Conselho da Raça Pastor de Shetland.jpg
Requisitos Para Uma Boa Criação

 

Para uma criação de qualidade, a seleção de exemplares para reprodução deve começar pela atenção à saúde e qualidade dos reprodutores.
É importante que o Futuro Criador participe de Palestras sobre a Raça, para que absorva mais informações e conselhos essenciais para o sucesso de sua criação.
Quanto aos cães utilizados na reprodução, é importante atentar para a escolha de cães dentro do tamanho exigido pelo padrão. Fêmeas devem ter 36 cms (podendo variar 2,5 cms acima ou abaixo desta medida) Machos devem ter 38 cms (podendo variar 2,5 cms acima ou abaixo desta medida)
Shelties muito abaixo destas medidas tem uma aparência atípica e podem trazer problemas de saúde para o plantel, devido à miniaturização.
É preciso também atentar para as cores! Não se deve nunca acasalar cães Merle entre si. Portanto, é importante sempre se informar com o criador antes de se aventurar.

Os Pastores de Shetland utilizados para reprodução devem ter o temperamento extremamente equilibrado, digno, inteligente e reservado com estranhos, sem jamais apresentar agressividade ou timidez. Todos os iniciantes na arte da criação de cães de raça devem ter como obsessão a busca pelo melhoramento racial na saúde, funcionalidade e bem estar. Devendo para isso estudar profundamente o padrão da sua raça e tê-lo como norte de sua criação, para que o futuro filhote tenha características raciais mais próximas possíveis no padrão de sua raça. Cinofilia é Amar os Cães! Se você ama os cães e deseja ser um criador é importante que entenda que criar cães exige total dedicação do criador. É saber que a responsabilidade é sua da escolha do lar onde colocará cada filhote, prezando pelo futuro de cada animal que foi gerado em seu canil. Por isto, faça planejamentos em cada acasalamento, procurando informações sobre os cães que deseja acasalar, linhas genéticas, evitando doenças genéticas; e principalmente tenha em mente que cada raça possui um padrão oficial o qual deve ser seguido! Cada escolha do criador irá refletir no futuro da raça! Procure orientação, aprofunde-se e tenha consciência da consequência de suas ações.

Para uma criação de qualidade, a seleção de exemplares para reprodução deve começar pela atenção à saúde. Se você optou por iniciar sua criação com a compra de um filhote, os primeiros anos serão fundamentais para implantar um manejo responsável eque propicie ao seu cão as melhores condições para seu pleno desenvolvimento. Assegure-se junto ao criador de que o filhote adquirido tenha os requisitos básicos para a procriação e previna-se quanto a possíveis defeitos que só aparecerão com a idade mediante contrato. Os Pastores de Shetland utilizados na reprodução devem ser submetidos ao exame de displasia coxo-femural  (de acordo com orientação anterior). A fêmea não deve ser acasalada com menos de 12 meses e mais de 8 anos de idade. O macho não deve ser usado na reprodução antes dos 12 meses de idade.
Os Filhotes que não forem colocados para reprodução devem ser vendidos castrados ou com Cláusula de Castração, como segue:
Fêmeas: após o primeiro cio. Machos: entre 8 a 12 meses.
Modelos de Reprodução na Escolha dos Acasalamentos Há vários modelos de acasalamentos considerando a perspectiva da consanguinidade: Line-breeding – acasalamentos de parentes não diretos – tio/sobrinho ou primos. in-breeding - acasalamentos de parentes diretos – pai/filhos, meio-irmãos Outcross – acasalamentos sem parentesco até 2ª geração Cada modelo tem um objetivo e pode ser adotado em situações diversas. Mas o principal motivo para a escolha de um casal deve ser sempre: Aprimorar a Raça Melhorar a qualidade da raça Completar os pontos deficientes do meu cão
Para isto é preciso entender de estrutura e ter noções de genética.
Tanto o criador quanto o kennel clube poderão ajudar nestas questões para que faça escolhas concientes e que não sejam prejudiciais para sua raça.
estação e parto A gestação das cadelas dura entre 58 a 63 dias. É importante realizar um bom pré-natal que assegure a saúde dos filhotes e a boa
recuperação da fêmea, incluindo ultrassom e/ou raio-x e ministrando cálcio e suplementos de acordo com orientação veterinária. A partir dos 30 dias de acasalada, faça um ultrassom para confirmar prenhez. SE CONFIRMADA, a prenhez, é conveniente mudar a ração para ração de filhotes pelo menos 15 dias do parto. O ultrassom consegue estimar a idade dos fetos e prever as possíveis datas de nascimento. Você só pode dar vermífugo para a fêmea 10 dias antes do parto e não é qualquer vermífugo! Peça orientação ao Veterinário antes de usar qualquer medicação!!! Após 55 dias, faça um ultrassom e de preferência também um raio-x para confirmar o número de filhotes. Essa medida éespecialmente útil para orientar você e o veterinário durante o parto. Procure reservar um ambiente exclusivo para ela e, se possível, adote uma caixa de parto forrada com jornal ou papel absorvente. Avise seu veterinário de confiança sobre a data provável do parto.
Idealmente as matrizes são capazes de cuidar de suas ninhadas sem ajuda, pelo menos pelos primeiros 15/20 dias, quando começa o desmame e o ciclo de vermífugos. Neste período o cuidado com a alimentação materna é fundamental para o crescimento dos filhotes. A partir de 20 dias, sob orientação do veterinário inicie a vermifugação dos filhotes e também o desmame. As vacinas devem ser dadas a critério do veterinário a partir dos 30 dias (Puppy) ou 45 dias (V10 ou V8). O registro dos filhotes é obrigatório. Você pode registrar filhotes em vários cartórios de registros. Procure se informar sobre as diferenças entre cada um deles. Encaminhamento dos filhotes Um criador responsável procura encaminhar seus filhotes para famílias adequadas para a raça sempre pensado no bem estar dos filhotes. Um criador responsável NÃO vende cães para petshops ou em feiras de animais. Um criador responsável acompanha o crescimento do cão dando assistência ao proprietário em todos os momentos do cão. O criador é um estudioso da raça com conhecimento e experiência muito grande.